advert 1
advert 2
advert 3
Cancelamento de dívidas Imprimir

Quando foi inventado o dinheiro, ele servia para pagar alguma coisa que se comprava. Ninguém entregava alguma mercadoria sem que fosse feita a troca de valores nas mãos. Hoje as pessoas vivem o maior trauma de suas vidas porque não pagam o que compram, ou compram sem dinheiro. Aquele que entrega a mercadoria fica sem retorno, e até ser pago fica com aquele valor em prejuízo. Como existem muitos que nunca pagam, o lucro do que foi pago pelos honestos, acaba se perdendo pelos desonestos.

 

Imagine que todos pagassem na hora o que comprassem, todos teríamos dinheiro para comprar. Poderíamos fazer planejamentos de compras e vendas, sem as famigeradas perdas pela desonestidade. Haveria um ciclo de crescimento contínuo e mútuo, prosperidade em todos os aspectos.

 

Mas o que são dívidas? São compromissos assumidos e quebrados por falta de condições para cumpri-los. Por que aconteceu isso? A resposta é simples e de fácil compreensão: ou a pessoa deu o passo maior que a perna, ou alguém não honrou seus compromissos, por causa de A, de B ou de C.

 

Falando na linguagem espiritual, o que seriam dívidas? Outra vez a resposta é simples. São armadilhas preparadas por Satanás para destruir empresas, famílias e indivíduos. O inimigo instiga as pessoas a possuírem muitas posses, roupas, calçados e outros para aumentar o status, que na verdade é pura e simplesmente o medo que temos do que os outros vão falar de nós. Se todos comprassem de acordo com suas reais necessidades, comprassem aquilo que realmente gostam, sem se importar com os outros, o mundo seria diferente. Tudo o que fizemos sempre trás o germe do medo do ridículo.

 

Deus pode cancelar dívidas assim como pode curar doenças. As duas deterioram as pessoas por dentro e por fora. Se Deus colocou uma moeda na boca de um peixe que Pedro pescou para pagar seus impostos – que eram dívidas – por que não o faria hoje tendo o mesmo cuidado por nós?

 

A questão é: creio mesmo em milagres? Se Pedro fosse eu, iria pescar? Poderia algo impossível acontecer na minha vida? E o medo de ser ridicularizado por isso?! Imagine se alguém comentasse na cidade que eu fui pescar um peixe que teria dinheiro na boca?! Quanta risada, não é mesmo? Mas eu quero e preciso de um milagre! E Deus usa formas estranhas para nos ajudar a pagar nossas dívidas. A minha coragem para enfrentar a razão e o medo do ridículo, determinarão o tamanho da minha fé e a certeza do milagre acontecer. Então deixe Deus trabalhar pela sua fé.